Virou Notícia!

MP do Rio abre inquérito para tirar do Youtube funk com menino de 12 anos

223 views

Ministério Público do Rio instaurou um inquérito civil para tentar retirar do Youtube

Quem canta é um menino de apenas 12 anos, conhecido como Mc Doguinha. A informação foi publicada nesta quarta-feira (8) pelo jornalista Ancelmo Gois em sua coluna no jornal “O Globo”.

Para a 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Criança e do Adolescente da capital, o vídeo faz “apologia a práticas erótico-sexuais”. Segundo o MP, a conduta fere os princípios da proteção integral da criança e do adolescente e da finalidade social da internet.

Os promotores também enviaram um ofício à Legenda Funk, produtora responsável pelo clipe, divulgado em 25 de outubro deste ano, e ao Google para que retirem o link da internet em até 30 dias. Mc Doguinha é morador do Morro do Sossego, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Por isso, uma cópia do documento foi enviada às Promotorias de Infância e Juventude de Caxias.

O adolescente aparece no clipe com a postura de um adulto. Nas imagens, ele está de bermuda vermelha, sem camisa, usando um cordão de ouro. Ostenta uma mansão, um carro de luxo azul e canta ao lado de meninas mais velhas, de biquini, na piscina, e que também parecem ser menores de idade.

O funk diz assim:

“A novinha linda, que mora aqui do lado/Ta cheia de papim no whatsapp/Bumbum gostosão, corpo sedutor/Foi por isso que o doguinha se encantou/Vem e brota aqui na base/Vamos fazer sacanagem/Sei que você tem vontade/Então senta um pouquinho”.

Em uma outra versão, também publicada pela Legenda Funk, em 26 de junho deste ano, o vídeo, com mais de cinco milhões de vizualizações, tem apenas a imagem de Mc Doguinha. No entanto, no meio da música, ouve-se uma voz feminina, que canta, com palavrões:

“Gosto muito de orgia/O que eu quero sempre fiz/Tô fora de casamento/Quero gozar e ser feliz/Casamento é o c (*)/ P (*) que é legal/Meto de dia, de tarde e de noite/Eu sento no p (*)”.

G1 está tentando contato com a Legenda Funk, com o Google e com a família de Mc Doguinha. Mas até o momento não houve retorno à reportagem.

fonte: G1

“Gosto muito de orgia/O que eu quero sempre fiz/Tô fora de casamento/Quero gozar e ser feliz/Casamento é o c (*)/ P (*) que é legal/Meto de dia, de tarde e de noite/Eu sento no p (*)”.


G1 está tentando contato com a Legenda Funk, com o Google e com a família de Mc Doguinha. Mas até o momento não houve retorno à reportagem.

aloarray(0) { }