Ex-funcionário de lanchonete, da Bahia, emplaca como cantor funk

#VAIMALANDRO – A gente adora gente que tem sonhos e não deixa a peteca cair com qualquer dificuldade para realizá-los. E o baiano Cássio Aurélio da Conceição é um ótimo exemplo. Artisticamente falando, ele é o MC 7Kssio, mas até ser conhecido por esse nome, ele teve que comer muito arroz e feijão. “Não via muita oportunidade para cantar, então trabalhei como vendedor em lanchonete, mas continuava escrevendo minhas letras e sempre acreditando que Deus iria abrir uma porta pra mim”, disse.

Atualmente, o rapaz conta com dois singles no currículo. “O meu primeiro, chamado ‘Aqui na favela’, começou a acontecer depois que postei vídeos. Agora, estou com um novo, o ‘Malandra’, que já explodiu. Meu funk tomou conta de Salvador e já tá começando a ser tocado em outras partes do Brasil. Sei que tenho um longo caminho pela frente e estou pronto pra isso”, contou.

O caminho pode até ser longo, mas o importante é já estar ganhando um acué maneiro pelo que faz (né, non?). “Com a grana que recebo, já comecei a ajudar minha família e isso é a melhor parte de tudo. Meus pais sempre estiveram ao meu lado, por isso, nunca desisti do meu sonho. Queria viver da minha música e tô conseguindo construir a minha história com ela”, disse o cantor, despertou interesse de um dos maiores produtores de nomes do gênero, de São Paulo: o Juninho Love. “O 7Kssio tem talento, carisma e promete ser a nova revelação do funk nacional. ‘Malandra’ já virou hino na Bahia e, em breve, vai tomar conta do país. É esperar pra ver a explosão!”, disse ele, que assina a produção artística do MC.