WCnoBeat ft. MC Cabelinho, PK, Hariel e Orochi lançam Meu Mundo

2018 mal começou e WCnoBeat já soltou o clipe do seu novo hit, o “Meu Mundo” ft. MC Cabelinho, PK, Hariel e Orochi.

A faixa, lançada pela Medellin Records, via ONErpm, compõe o álbum 18K, que será lançado ainda nesse semestre, com o mote: “Não é rap com funk, nem funk com rap, mas vale ouro”.
WCnoBeat, nascido e criado em Vitória resolveu ganhar o mundo há 3 anos, quando com apenas uma mochila, um computador e uma Mpc passou por São Paulo, Santa Catarina e pelo Rio de Janeiro, quando entrou para Medellin Records e começou a produzir bases para alguns dos maiores nomes do Rap e do Funk, dentre eles os últimos lançamentos do Cacife Clandestino.
Após ganhar notoriedade no espaço virou DJ Live performance do rapper Marcelo D2, quando se apresentou para milhares de pessoas nos maiores festivais do Brasil.
“Meu Mundo” dá início a uma nova fase na carreira de WCnoBeat, que em 2018 se dedicará a carreira de DJ.
O clipe, dirigido por Gabriel Camacho, da Medellín Films, assista abaixo!
fonte: FUNK NEURÓTICO

Grupo de Funk do subúrbio carioca faz sucesso na internet

O ‘Jaula’ vai fazer a 1ª turnê internacional

Depois de oito anos de carreira, a Jaula das Gostosudas, formada por mulheres do subúrbio do Rio de Janeiro, fazem sucesso com o hit ‘Tu gosta, não gosta’. A música viralizou nas redes sociais e nos canais da internet.

Depois de gravarem um clipe com uma das gravadoras de funk mais conhecidas do Brasil, lançaram o clipe oficial no YouTube no mês de outubro. Após 30 minutos, a música já tinha mais de 300 mil visualizações. Agora em janeiro, depois de três meses, o vídeo já foi visto quase seis milhões de vezes. Além disso,  memes com a o refrão da música foram feitos por todo o Brasil, através das redes sociais.

Amanda Miury, Aline Amorim e Monique Oliveira, concorrem à música do verão, junto com Anitta e outras personalidades. Com a participação em um camarote de Salvador no carnaval deste ano, as musas encantam os ‘Jauleiros e Jauleiras’, como são conhecidos os fãs do grupo.

Com o sucesso, em abril deste ano, o grupo vai realizar a primeira turnê internacional em diferentes países da Europa.

fonte: O SÃO GONÇALO

Mais um Funk com alusão a estupro deve ser retirado do Spotify

Vai, Faz a Fila’, de Mc Denny, diz: ‘Se você pedir pra mim parar, não vou parar. Porque você que resolveu vir pra base transar’

Mais um funk que faz apologia do estupro deve ser retirado do Spotify. A faixa Vai, Faz a Fila, de Mc Denny, que conta com mais de 3 milhões de reproduções no site de streaming, foi alvo de denúncias dos usuários, mesmo caso de Só Surubinha de Leve, de MC Diguinho, excluída da plataforma na quarta-feira. Por enquanto, a música continua disponível no serviço e está em negociação com a distribuidora para ser retirada. No Deezer, a faixa já não faz parte do catálogo desde a noite desta quinta-feira 18.

Na letra de Vai Faz a Fila, o Mc diz: “Vou socar na tua b***** sem parar. E se você pedir pra mim parar, não vou parar. Porque você que resolveu vir pra base transar. Então vem cá, se você quer, você vai aguentar”.

Tanto Vai Faz a Fila quanto Só Surubinha de Leve foram alvo de uma nota de repúdio emitida em conjunto pela Secretaria Nacional de Política para Mulheres e o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher. “Para apuração e responsabilização quanto aos possíveis crimes praticados, a SPM solicitou ao Ministério Público Federal e ao Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher providências cabíveis”, diz o texto, divulgado na quinta-feira. “A música é uma manifestação cultural legítima, mas não pode ser ferramenta incentivadora de crime, sendo necessária a tomada de providências legais contra autores, interpretes e divulgadores.”

Tanto o Spotify quando a Deezer são abastecidos pelas próprias gravadoras e distribuidoras, responsáveis por adicionar ou retirar as canções. Ao saber do conteúdo de Só Surubinha de Leve, ambas as plataformas avisaram a distribuidora, que tirou a faixa do ar. A canção também foi excluída da página do YouTube Legenda Funk, onde tinha 14 milhões de visualizações. O mesmo pedido foi feito para a distribuidora de Vai, Faz a Fila.

fonte: VEJA

Anitta vai focar a carreira em público infantil

Cantora também deve se apresentar na Copa do Mundo com J Balvin

Depois de alcançar os maiores números da música brasileira em 2017 e dar um pontapé em sua carreira internacional, Anitta surpreende mais uma vez. A cantora acaba de anunciar com exclusividade para este colunista que vos fala, que vai destinar um tempo para investir no público infantil em 2018. Isso mesmo, a cantora vai focar nas crianças. Ela, que já faz anualmente o show das poderosinhas, que é um evento aberto para o público infantil, agora vai criar um projeto voltado 100% para as crianças. Anitta já tem algumas músicas escritas e até mesmo, gravadas. Está nos planos da cantora fazer um DVD voltado para crianças de 0 a 4 anos. Pensando ainda no lado empresarial, Anitta vai lançar personagens animados e a ‘Anittinha e sua turma’ e, claro, uma linha de produtos.

fonte: O DIA